Click on the slide!

Marcha das Centrais reúne cerca de 50 mil trabalhadores na capital paulista

NOTÍCIAS >> Notícias NCST/PR

A capital paulista vivenciou, nesta quarta-feira (9),…

Mais...
Click on the slide!

Posse da nova diretoria da NCST/PR

NOTÍCIAS >> Notícias NCST/PR

Tomou posse na manhã desta segunda-feira (02), a nova diretoria da Nova…

Mais...
Click on the slide!

Greve em hotéis, restaurantes e similares de Curitiba

NOTÍCIAS >> Notícias NCST/PR

Uma assembleia com a participação de mais de 20% dos trabalhadores…

Mais...
Click on the slide!

Trabalhadores vão as ruas contra a terceirização

NOTÍCIAS >> Notícias NCST/PR

As centrais sindicais realizaram na manhã desta terça-feira (06) mobilização unificada contra o Projeto de…

Mais...
Click on the slide!

Chapa "União e Luta" vence eleição do SISMUF com 93% de aprovação dos votos coletados

NOTÍCIAS >> Notícias NCST/PR

Nessa quinta-feira (05) chegou ao fim o processo…

Mais...
Click on the slide!

Nova Central na 1ª Conferência de Meio Ambiente Macrorregional de Ponta Grossa

NOTÍCIAS >> Notícias NCST/PR

No dia 01/08 (quinta-feira) aconteceu em Ponta Grossa a 1ª Conferência Macrorregional do…

Mais...
Click on the slide!

Posse aos membros do Comitê Gestor do Trabalho Decente

NOTÍCIAS >> Notícias NCST/PR

  O governador Beto Richa deu posse nesta terça-feira (19/03), em solenidade no Palácio Iguaçu, aos membros do…

Mais...
Frontpage Slideshow (version 2.0.0) - Copyright © 2006-2008 by JoomlaWorks

Final do 6º Torneio de Futebol Suíço do SINTRICOMU

 

FOTO142O Presidente da Nova Central Sindical de Trabalhadores do Estado do Paraná (NCST/PR), Denílson Pestana da Costa, esteve presente no dia 28 (domingo) às 9h00, nas dependências da Associação da AVAU, situada na estrada Canelinha em Umuarama - PR, onde foi realizada a etapa final do 6º TORNEIO DE FUTEBIOL SUÍÇO - SINTRICOMU (Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Construção e do Mobiliário de Umuarama), apoiado pela NCST e pela FETRACONSPAR.

 

Última atualização ( Qua, 07 de Agosto de 2013 15:06 ) Leia mais...
 

Nova Central no “Dia Nacional de Lutas”.

O dia 11 de julho (quinta-feira) foi marcado pelo “Dia Nacional de Lutas” com Greves e Mobilizações em defesa da democracia e dos direitos dos trabalhadores onde teve atos públicos, greves e protestos em todo o Brasil.

A NCST/PARANÁ convocou a participação dos dirigentes e colaboradores dos sindicatos filiados que ocuparam importantes pontos em diversas cidades do estado, onde defendeu as seguintes bandeiras de luta: 40 horas semanais, sem perdas salariais; Fim do fator previdenciário; Mais geração de emprego e renda; Combate à corrupção; Fim do pedágio na terceira ponte; Redução dos salários dos parlamentares; Redução da carga tributária; Combate à demissão imotivada; Melhoria do transporte coletivo; Salário igual para trabalho igual; Correção da tabela do imposto de renda; Mais qualidade nos serviços públicos; Valorização das aposentadorias; Negociação coletiva no setor público e Reforma agrária e política agrícola, entre outras.

Ao contrário das grandes manifestações que ocorreram no País a partir de meados de junho, dessa vez as bandeiras de sindicatos e de partidos políticos estavam presentes em abundância. O clima foi pacífico a maior parte do tempo.

Em Curitiba, as manifestações começaram desde a madrugada em diversos locais e terminaram com um grande ato público na Praça Rui Barbosa, no centro, às 16h.

Leia mais...
 

Centrais Sindicais em reunião com o Secretário do Trabalho do Paraná


ugtdieese-01.jpg

O Presidente da NCST/PR - Nova Central Sindical de Trabalhadores do Estado do Paraná, Denílson Pestana da Costa  esteve presente na reunião com o secretário de Estado do Trabalho, Emprego e Economia Solidária, Luiz Cláudio Romanelli

As centrais sindicais estiveram reunidas em Curitiba (PR), nesta quarta-feira, 10/7, com o secretário estadual do Trabalho, Emprego e Economia Solidária, deputado Luiz Cláudio Romanelli.

Os dirigentes levaram ao secretário a preocupação do movimento sindical em relação aos cortes de mais de 200 milhões de reais no orçamento do Estado do Paraná, e que essa determinação do governador Beto Richa (PSDB), acabe atingindo projetos considerados essenciais para a qualificação profissional dos trabalhadores, dentre elas o Observatório do Trabalho.

Outra preocupação levantada pelos sindicalistas foi no sentido da manutenção da política do reajuste do mínimo regional. As centrais querem a manutenção do reajuste baseado na inflação do período mais o aumento real, calculado com base no crescimento do PIB do Estado.

O secretário disse aos sindicalistas que, por enquanto os programas essenciais não serão afetados, mas também pediu a colaboração das centrais, principalmente as que compõem o CODEFAT - Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador, em Brasília, no sentido de cobrarem do governo federal mais investimentos na qualificação dos trabalhadores.

Foto: MGS/UGT

 

 

Nova Central é eleita para compor o Conselho Estadual dos Direitos da Mulher

mesa assemblia cedmForam eleitas nesta sexta-feira (05) as entidades da sociedade civil que passam a integrar o Conselho Estadual dos Direitos da Mulher do Paraná (CEDM/PR), criado por lei estadual (nº 17504/13) neste ano pelo governador Beto Richa.

O Conselho, que funciona no âmbito da Secretaria da Justiça, Cidadania e Direitos Humanos, é composto por 26 membros e respectivos suplentes, dos quais 50% são representantes do poder público e 50%, da sociedade civil organizada. É um órgão consultivo e deliberativo, que possibilita a participação popular na elaboração de diretrizes de ação governamental voltadas à promoção dos direitos das mulheres, além de atuar no controle social de políticas públicas de igualdade de gênero. 

“Estamos inaugurando um período muito importante para as políticas públicas voltadas à mulher, porque antes havia um conselho criado por decreto, mas agora temos um conselho criado por lei, com poder deliberativo e constituído de forma paritária. Ou seja, Governo e Sociedade Civil estão em pé de igualdade na definição dessas políticas”, afirma Regina Bley, vice-diretora do Departamento de Direitos Humanos e Cidadania da Secretaria. 

Por ordem de maior votação, as 13 entidades que passam a compor o Conselho no biênio 2013/2015 são:

1ª - Fetaep (Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado do Paraná);
2ª - NCST/PR (Nova Central Sindical de Trabalhadores do Estado do Paraná);
3ª - Rede Feminista da Saúde;
4ª - Grupo Dignidade;
5ª  - UBM/PR (União Brasileira de Mulheres - Seção do Paraná);
6ª - CUT (Central Única dos Trabalhadores);
7ª - Rede de Mulheres Negras-PR;
8ª - Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Refinação, Destilação, Exploração e Produção de Petróleo, nos Estados do Paraná e Santa Catarina;
9ª - Cepac (Centro Paranaense da Cidadania);
10ª - Federação de Mulheres do Paraná;
11ª - Assempa (Associação das Entidades de Mulheres do Paraná);
12ª - Yle Axe Opo Omin e Espaço Mulher.

As quatro entidades suplente foram eleitas na seguinte ordem de maior votação:

1ª - Fecep (Federação dos Empregados do Comércio do Estado do Paraná);
2ª - Sindicato dos Agentes Comunitários da Saúde do Estado do Paraná;
3ª - Associação Nós do Poder Rosa  
4ª - UGT (União Geral dos Trabalhadores do Estado do Paraná). 

img 3614Representando a Nova Central Sindical de Trabalhadores do Estado do Paraná, esteve a Presidente do Sindicato dos Servidores Públicos de Telêmaco Borba, Daiane  Campos Luna.

GOVERNAMENTAIS - Os representantes governamentais do Conselho Estadual dos Direitos da Mulher do Paraná são das secretarias da Justiça, Cidadania e Direitos Humanos; da Segurança Pública; da Saúde; do Emprego, Trabalho e Economia Solidária; da Família e Desenvolvimento Social; da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior; da Cultura; da Indústria, Comércio e Assuntos do Mercosul; da Educação; do Esporte; da Agricultura e Abastecimento; de Relações com a Comunidade e da Casa Civil. 

Última atualização ( Seg, 08 de Julho de 2013 18:50 )
 

Centrais Sindicais definem formatos da manifestação do dia 11

20130702 105518As Centrais Sindicais estiveram reunidas na Sede da Força Sindical na tarde desta terça-feira (02) para tratar da organização do Dia Nacional de Luta com Greves e Mobilização, em 11 de julho. O Ato, que visa reforçar a Pauta Trabalhista, levanta as seguintes bandeiras:

- Fim do Fator Previdenciário;
- Jornada de 40 horas semanais sem redução salarial;
- Reajuste digno para os aposentados;
- Mais investimento em saúde, educação e segurança;
- Transporte público de qualidade;
- Fim do Projeto de Lei 4330 que amplia as terceirizações;
- Reforma Agrária;
- Fim dos leilões do petróleo;
- Regulamentação da profissão de motorista;
- Política permanente de reajuste do piso mínimo regional;
- Redução do pedágio;
- Eleição do tribunal de Contas.

As paralisações ocorrerão no dia 11 de julho (quinta-feira) pela manhã nas diversas categorias envolvidas,  às 16 horas todos se reunirão na Praça Rui Barbosa (centro de Curitiba) para o grande ato, contando com a paralisação do transporte público.

A próxima reunião das centrais está marcada para a próxima terça-feira às 9 horas na sede da Nova Central em Curitiba.

20130702 105529 20130702 105559


 

logotvncst

FILIE-SE

reducao-jornada-ncst2

carteira-assinada-ncst

Quem está online?

Nós temos 140 visitantes online

Acesso Restrito

Rede NCST Sindical

ncst-rede