Plenária Estadual da NCST

 

Nova Central debate a conjuntura sindical e as eleições

40362989 10210659033025853 6991278916103045120 o

Passado o abalo inicial provocado pelo golpe de estado, isto é, a cassação da Presidente Dilma, sem que houvesse base legal para isso, além da aprovação de leis que penalizam a classe trabalhadora brasileira, sindicalistas de todas as centrais têm discutido, exaustivamente, formas de enfrentar a onda de injustiças.

Na plenária Estadual realizada nos dias 30 e 31 de agosto de 2018 na sede da Federação dos Trabalhadores na Construção e no Mobiliário do Paraná, a Nova Central colocou em pauta a “Estratégia Sindical para Enfrentamento Patronal Pós-Reforma”, cuja palestra foi proferida pelo advogado trabalhista e Professor da UFPR (Universidade Federal do Paraná), Dr. Sandro Lunard Nicoladeli.

Em seguida o ex-procurador geral do MPT (Ministério Público do Trabalho), Dr. Luis Antônio Camargo Melo, abordou os “Reflexos Sobre a Implantação da Reforma Trabalhista”. A plenária teve ainda palestra do jornalista e diretor do DIAP (Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar), Antônio Augusto de Queiroz que falou sobre “O Movimento Sindical e as Eleições 2018”. E para encerrar o evento, teve a fala do presidente nacional da Nova Central, José Calixto Ramos, que faz um “Balanço Organizativo e Político da NCST”.

 

Acesso Restrito

Rede NCST Sindical

ncst-rede